poema, sobre mim.

Eu ainda não sei como agradecer, mas ter um poema só pra mim é uma grande felicidade, ter alguém que demonstre com palavras que gosta de você e que significa algo em uma amizade tão curta. Eu nunca vou me esquecer, meu coração pulsa de felicidade e gratidão, conhecer uma pessoa como o Seu Zé Maria, tão querido, jovem e inteligente, pra mim é uma honra sem tamanho.
Ele escreveu um poema pra mim, chorei quando li, como é lindo saber que tem gente pensando na gente.
gratidão, seu Zé!
Luminosa manhã radiante – por Zé Maria
Luminosa manhã de tanta luz.
Manhã de beleza impar.
Desce a face da terra os raios dourados do sol.
Brincam e dançam num ballet gracioso e sutil.
Sopra a brisa amena.
As águas correm serenas vão desaguar no mar.
A natureza é um poema enchendo o mundo de luz.
Luminosa manhã de beleza,encanto e magia.Os pássaros em sinfonia espalham poesias no ar.
Mostrando a graça da vida,borboletas coloridas voam
com sutileza e graça.
Rosas formosas perfumadas,multicoloridas,
embelezando a vida e o mundo.
A natureza gentil,trás a inocência pueril.O poeta em versos e prosa,decanta a menina Mariana,
um simples botão de rosa.
Prestes a desabrochar para a vida.
Adeus Adolescência adeus…
A rosa ao desabrochar vai exalando seu perfume.Das estrelas o lume,do mar a enchente da maré.
Viver a vida como Deus quiser.
O botão de rosa desabrochou,
Mariana Belmont, a flor Mulher.
Cristalizada em Poesia.Versos de: José Maria Lopes Silva
Versos de carinho, afeto e ternura
Oferenda para a amiga Mariana Belmont