cutuco.

Um final de semana realmente histórico.

A lua estava realmente linda como previu os sites um dia antes, a poesia era linda, as vozes e as conversas sobre um passado não distante, mas que criou histórias e pessoas. A casa é nova e linda, mas tem o cheiro da minha infância e o mesmo amor de quando eu tinha apenas 10 anos. A cerveja estava gelada, mas continuo sendo a mais nova das quatro.

Dividimos histórias, problemas, sonhos, conquistas, bordões, besteiras e o mesmo quarto. Entendi que a gente vai em frente, sua, rala, batalha, cai, tropeça, escorrega, muda a direção, se perde no tempo, esquece o rumo. Durante a vida, os sonhos vão mudando. Só não podemos desistir, nunca.

Dos amores, não falei, não tive coragem de falar dos meus fracassos na área. Quem sabe na próxima, quem sabe. Ou não, vai saber se no meio do caminho eu não encontro o príncipe de barbas para esquecer as vontades de matar amores e passar sabores.

Que amar é isso: “é sempre amor, mesmo que mude, é sempre amor, mesmo que alguém esqueça o que passou”. É isso, os primos são irmãos, irmão de sangue, de alma, de olhar, de carinho, amor, amizade. São aqueles que deixamos de ver durante 10 anos, mas quando o encontro acontece é intenso e verdadeiro, porque é sempre amor, sempre.

O passado te mostra o quanto as pessoas mudaram e isso é eternamente bom. Mostra o gosto das conquistas do presente e te faz acreditar no futuro. Te faz sentir muita saudade das brincadeiras de crianças, da vida que não tinha horário, reunião, contas e final de semana de trabalho…

Enfim, dias incríveis. Estarei aqui torcendo, rezando, lembrando, sorrindo de longe e cutucando vocês. Afinal, irmão ou irmã temos que amar incondicionalmente, certo?

E sentir saudade é bom…

Anúncios

desafiador…

Entrei na onda do Bruno Medina, ex-Los hermanos e tô seguindo seus desafios por ai…

Até agora consegui completar os três, mas cada vez fica mais difícil…

O que é a felicidade pra você? Você tem fotos de bons momentos? Como você faz para levar a felicidade para outras pessoas?

Quantas perguntas engraçadas e tão vazias, talvez…

Vejam como completei os desafios, e se você estiver curioso para saber do que estou falando e quiser participar… Dá uma olhada no blog do Medina: http://co-labora.org

1° desafio: Enviar uma foto de um momento feliz!

2° desafio: De maneira simples, clara e objetiva, descreva o seu passo a passo de como encontrar a felicidade.

… e a enviada pela Mariana Belmont:

E quando se perde alguém, pode tentar ser feliz:
1. chore todo dia, mas lembre-se que a pessoa que se foi era a mais alegre e sorridente dessa vida.
2. tenha os melhores amigos da vida ao seu lado na hora que a dor aparecer.
3. viva cada momento e pense cada momento naquele que te fez sorrir a vida toda.
4. dedique cada música, cada abraço, cada lágrima, cada suspiro, cada olhar, cada queda e cada vitória a pessoa que se foi, pq ela ficará orgulhosa.
5. seja feliz e aproveite cada espaço de tempo.
6. agradeça, se acreditar, por tudo e por todos…

3° desafio: crie um banner para encorajar a felicidade

Meu terceiro desafio para encorajar a felicidade: colar na  porta da minha sala o cartaz  do Entretodos Curtas e papel  com palavras de ordem…haha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E mais desafios estão por vir, estarei aguardando ansiosa!

É isso, você acredita na felicidade e tem coragem de mostrar para as pessoas como lida com ela?

Então…