O cachecol…

Uma coisa eu já entendi somos de lados opostos, certo? Mas parece que estamos indo para lados parecidos, certo? E esse é só o começo de tudo, então deixa eu te explicar, só vai levar um segundo ou talvez um pouco mais.

Me importo com seu jeito, com seu cheiro, com sua idade, com as conversas, com as palavras e com você. Talvez eu queira cuidar de mim cuidando de você, entende?
Pra onde eu devo ir? E como volto para casa se não dar certo? Mas se as coisas acontecerem posso ficar? Prometo que fico ali no canto bem quietinha só vai me notar se quiser. Eu fico naquele canto ali.
Sente meu cheiro e me diz se gosta e vamos conversar.
Da última vez que te vi fiquei com uma coisa sua não quero devolver e agora?
Não sinto nada ainda e nem quero sentir, eu acho. Mas a confusão é que não sei se é amizade ou vontade? Saca? Tesão mesmo…
A ansiedade me faz me arriscar nas conversas, por isso que não sei o que quero às vezes.
Enfim, só não solta da minha mão agora? Fica aqui e me deixa com aquilo que me emprestou ontem?
E eu digo cá entre nós, vamos deixar as coisas se encaixarem e me deixa decidir se é cedo ou tarde…